Buscar

Geração compartilhada ou por assinatura

Em 2015 a Aneel criou a geração compartilhada que torna possível o compartilhamento

de energia de mini ou microgeração entre dois ou mais consumidores, mas é obrigatório que todos os participantes estejam na mesma área de concessão. Dessa forma, a geração compartilhada tornou-se um marco para milhares de consumidores interessados na autoprodução, trazendo-lhes mais facilidade e praticidade na hora de produzir sua própria energia.


Mas o que é ?


A geração compartilhada é uma das modalidades da geração distribuída, criada pela ANEEL na resolução normativa 687/2015 e é responsável por possibilitar o compartilhamento da produção das microgerações entre um grupo de pessoas, sendo CPF ou CNPJ mas como dito antes é obrigatório que todos os participantes estejam na mesma área de concessão, dessa forma, por exemplo, não é permitido que um determinado CPF de Pernambuco compartilhe sua produção com um outro CPF de São Paulo.

A energia compartilhada pode ser usada por um grupo de pessoas físicas ou jurídicas, por meio de consórcio ou cooperativa, sendo possível compartilhar energia fotovoltaica de um grupo de moradores ou lojistas, por exemplo.


Quais são os passos para usufruir da geração compartilhada ?


1* PASSO: Estude bastante sobre como funciona a geração por assinatura e com quem você irá compartilhar a energia produzida, os dois CPFs ou CNPJs precisam estar limpos e em condições perfeitas para adquirir a usina.

2* PASSO: Escolha uma empresa com anos de mercado e que entenda de todas as leis, é de total importância ter um suporte jurídico e um corpo técnico preparado para atender as suas necessidades e dos demais parceiros. A ITC já tem uma vasta experiência na área e entende todos os pilares principais para que você não tenha dor de cabeça na hora de adquirir sua microgeração compartilhada, entre em contato conosco e tire suas dúvidas.

3* PASSO: Por fim, a empresa ( consórcio ou cooperativa ) está encarregada de decidir o melhor local para a instalação do sistema fotovoltaico. Para isso, a área escolhida deve estar de acordo com as diretrizes regularizadas pela ANEEL. Desse modo, o consumidor, ou proprietário, deve solicitar uma conexão à distribuidora local.


Agora que você já tirou suas dúvidas e já tem já se decidiu, entre em contato conosco e solicite seu orçamento gratuito.



77 visualizações0 comentário